domingo, 31 de outubro de 2010

António

Lobo Antunes, para mim, é o António.
Tem mais irmãos, mas, neste momento, só ele conta para mim.
Revejo-me nas suas palavras.

«Nunca vou ter tempo para escrever tudo o que queria (.). A sensação que tenho é que somos intermediários entre duas instâncias que nos excedem, que nos ultrapassam, que não entendemos. Eu sei que vou morrer, mas tenho de continuar a trabalhar, para que o meu trabalho fique e os meus livros continuem a interpelar as pessoas», frisou.

Os meus avôs chamavam-se "António", como o escritor. Não conheci o avô paterno (faleceu quando o meu pai tinha 14 anos): pouco sei da vida dele, mas a tradição oral encarregou-se de fazer passar para a história, um homem que, para além de exímio carpinteiro, ocupava o reduzido tempo livre na leitura de textos ligados à religião católica [note-se que estou a falar dum tempo em que, na aldeia, poucos sabiam ler e a religião era, creio, uma forma dominante de ocupação do espírito].
O avô materno, um digno "mestre d'obras" (assim eram conhecidos os pequenos construtores civis) que foi um segundo pai.
Que orgulho sinto por eles.
António também se chamava o meu irmão mais velho. partiu há muito pouco tempo. parece que ainda está aqui.
Lobo Antunes, através da palavra, reuniu-os a todos, à minha volta.
Não conheço nenhuma palavra que possa transmitir aquilo que, nesta hora, sinto.
O breve texto é uma mera tentativa de passar para o 'papel' a densidade desse sentimento.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Paula Rego - Dama

Paula Rego ordenada Dama pela rainha Isabel II de Inglaterra
A pintora portuguesa Paula Rego foi ordenada Dama Oficial da Ordem do Império Britânico pela rainha Isabel II, distinção que a artista considerou um "grande reconhecimento".

Ao receber o segundo maior grau desta Ordem, criada em 1917, Paula Rego passa a ter o título de Dama - o equivalente ao Sir usado pelos homens -, que pode usar antes do nome. É a quarta mulher pintora a receber esta honra, após Laura Knight, Ethel Walker e Elizabeth Blackadder.
A distinção tinha sido anunciada a 12 de Junho, a propósito do aniversário da rainha, que todos os anos homenageia pessoas que se tenham distinguido nas respectivas áreas, nomeadamente nas artes.
(...) É considerada uma das melhores pintoras vivas no Reino Unido. Paula Rego chegou a Londres para estudar em 1952 na Slade School of Art, onde conheceu o futuro marido, o pintor britânico Victor Willing. Depois de um período em Portugal, Paula Rego acabou por se instalar na capital britânica em 1976, onde mantém residência e continua a trabalhar.
Paula Rego foi agraciada ao mesmo tempo que dezenas de outras personalidades das artes, da moda e da ciência, numa cerimónia com rituais antigos. Para os graus mais altos, os condecorados têm de se ajoelhar perante a rainha e são ordenados com o toque da espada nos ombros antes de receberem a insígnia. Entre os homenageados de hoje estavam Brian Cox, físico que foi músico na juventude mas que hoje é conhecido como um dos melhores comunicadores científicos, e Charles Blanchflower, economista que fez parte do Banco de Inglaterra e que avisou para o perigo de uma crise financeira.
A actriz Vicki Michelle, que se celebrizou devido ao papel de Yvette na série "'Allo 'Allo!", foi condecorada pelo trabalho em causas de solidariedade.

*Lusa

Imparável, o reconhecimento da sua arte, a um nível cada vez mais elevado.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Um livro

'Divina Música' é o título da antologia de poesia sobre Música que a Proviseu edita por ocasião do 25º aniversário da fundação do conservatório Regional de Música Dr. José de Azeredo Perdigão.
Amadeu Baptista, organizador, reuniu uma plêiade de poetas com créditos firmados no panorama da literatura portuguesa e dos países lusófonos.
Um exemplo
Affonso Romano de Sant'Anna
Brasil

ADÁGIO DE MENDELSOHN

E como eu tivesse de sair do escritório
e o rádio tocasse o adágio do Concerto para Violino
de Mendelsohn
decidi deixar ligado o aparelho
embora ninguém estivesse ali para apreciar o que se ouvia.

Deixei os livros, o computador, objectos na estante, as canetas,
grampeadores, tesoura, folhas de papel em branco,
deixei tudo entregue
à responsabilidade musical de Mendelsohn.

Quando voltei daí a dez minutos
todos os objectos, absolutamente todos,
olhavam-me agradecidos
e até na paisagem da janela
havia uma densa, muda e imponderável melodia.

Paula Rêgo - 3

No dia da divulgação do ranking das escolas portuguesas,a pintora, 75 anos, foi ouvida sobre a escola que frequentou, Escola St. Julians School, Carcavelos.
"Tudo o que me aconteceu mais tarde na vida começou naquela escola", afirma.
Lembra-se de ter pintado muito enquanto frequentou a St. Julian's e de dois professores, Miss Turnbull e Mr. Sarsfield, que a "prepararam para o futuro".
Tem saudades sim: dos rapazes.*

Sublinho a ideia que transmite e muito pode orgulhar um professor: os mestres preparam o aluno para o futuro!

*Extracto do jornal Público.Sexta-feira 15 Outubro 2010.