domingo, 26 de janeiro de 2014

Buscas abrigo


BUSCAS ABRIGO

na indissolúvel

estrela das origens – é-te

concedido. Agora

sobrevives à tua segunda

vida

 

PAUL CELAN

In A MORTE

É UMA FLOR

1 comentário:

  1. Por algum motivo não li esta bela e certeira postagem! A minha imperdoável pressa escravizada pelo trabalho...

    bj

    ResponderEliminar